Análise | Homem-Aranha O Amigão da Vizinhança

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Escrito por Tom Taylor, ” Homem-Aranha O Amigão da Vizinhança” é uma minissérie de 14 edições publicada no Brasil em dois volumes das quais serão analisadas, que busca encontrar o âmago dos pilares que tornam Peter Parker o herói que é. A HQ conta também com os desenhos de Juann Cabal em grande parte de sua extensão.

Roteiro

Tom Taylor traz uma premissa bem simples de mostrar quem é Peter Parker, e por que ele é o “amigão da vizinhança”. Nisso um roteiro até que simplista começa a ser desenvolvido, mas com muita graciosidade. A HQ em diversos momentos coloca o herói em situações rotineiras, como por exemplo salvar um civil dum acidente de transito, ou até mesmo coloca o Aranha numa fila para comprar café da manhã para Mary Jane.

Nesses aspectos Tom Taylor é muito assertivo em como caracterizar Peter; um rapaz simples, humilde, otimista e herói no sentido mais profundo da palavra. Tudo isso demonstrados em cada comportamento de Parker durante a história.

Marvel Comics/ Homem-Aranha – Amigão Da Vizinhança/Divulgação

Alguns elementos do passado do Aranha também são utilizados para dialogar com o amadurecimento do personagem, e vários outros heróis são utilizados como o Homem de Ferro, Doutor Estranho, todo o Quarteto Fantástico, com destaque para Tocha Humana, e levemente o Capitão América.

Mas vale lembrar que o material não depende muito de leitura anteriores. Claro que Taylor não se preocupa em explicar como, por exemplo, Peter vivem com um ex-vilão num apartamento alugado, mas no geral uma referência ao título mensal do herói é feita, e outra a ‘Guerra Dos Reinos, porém nada que inviabilize a leitura para leigos do personagem.

Certamente um dos pontos mais altos estão nos diálogos que possuem uma fluidez muito prazerosa de ser lida, e quanto ao feeling para as piadas do Aranha. Tanto no MCU, quanto nas HQs, personagens tagarelas, como Deadpool que soltam piadas incessantemente por vezes fica massante. Felizmente Tom Taylor tem completo domínio e equilíbrio em relação aos comentários e piadas dos Aranha.

Querida Nostalgia

“Homem-Aranha O Amigão da Vizinhança” é muito nostálgica ao se tratar da Mary Jane e da Tia May. Ambas são de extrema importância na vida de Parker e Taylor demonstra isso com impecável eficiência. Numa das edições focada mais em MJ, é trabalhado a questão de como ela interpreta Peter aos olhos de quem conhece o herói, o homem e seu legado. É muito lindo deixar-se ser conduzido por essas reflexões.

Outro ponto auge é na edição numero seis, uma história que pode ser lida isolada de todo o resto, e que por si só é fantástica, remetendo muito à HQ clássica do Aranha chamada “O Garoto Que Colecionava Homem-Aranha”.

Marvel Comics/ Homem-Aranha – Amigão Da Vizinhança/Divulgação

Existe uma pauta durante as edições, que trata sobre o vilão que acaba virando herói, e ao mesmo tempo a humanidade existente em Parker que o faz estender a mão para que esse vilão se torne um alguém melhor. O otimismo de Peter não é só falado, mas colocado em prática.

Arte

A arte no geral é muito boa, quando se diz respeito ao Juann Cabal melhor ainda, visto que seu traço combina demais com a leveza do título. Os demais artistas, como dito, fazem um bom trabalho, mas Cabal se destaca.

Marvel Comics/ Homem-Aranha/Divulgação

A única característica inferior da HQ é a arte de capa. Parece que tentaram fazer algo remetendo ao filme ‘Homem-Aranha no Aranhaverso’, mas que ficou fraco e pouco chamativo.

Considerações Finais

“Homem-Aranha O Amigão da Vizinhança” é uma HQ que vale muitíssimo a pena ser lida por qualquer um que se diz fã de super-heróis. Uma leitura leve, prazerosa e que vai fazer você querer ser uma pessoa melhor. Peter está inspirador, e mostra o por quê ele é um dos maiores personagens da Marvel.

Por Geraldo Campos
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Deixe um Comentário

Veja também

Análise | DComposição/DCeased

DCeased ou DComposição, é uma minissérie de seis edições escrita por Tom Taylor (Homem-Aranha O Amigão da Vizinhança) e desenhada por Trevor Hairsine e Stefano Gaudiano.

Leia mais >
Os vingadores

Análise | Os Vingadores

Sob direção de Joss Whedon, o surpreendente ‘Avengers’ (2012) tornou-se um fenômeno mundial que deve ser observado como uma das melhores adaptações de quadrinhos de

Leia mais >

Top HQs que deveriam virar filme

Desde a última década os filmes inspirados em quadrinhos têm ganhado muito destaque. Não só os de super heróis, como também materiais mais independentes como

Leia mais >
Fechar Menu