Análise | Wolverine: A Longa Noite

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Wolverine: A Longa Noite (2019) é uma adaptação em quadrinhos do podcast da Marvel de 2018 de mesmo nome. Em ambas mídias o roteiro foi desenvolvido por Benjamin Percy (Arqueiro Verde), e desda segunda ilustrada pelo brasileiro Marcio Takara, contando com capas do também brasileiro Rafael Albuquerque. No Brasil o material saiu em capa cartão em 120, copilando as cinco edições de Wolverine: The Long Night.

Roteiro

Wolverine está fugindo do Arma X, e resolve em se esconder em Burns, uma pequena cidade do Alasca. Mas é claro que nosso xará não consegue fugir de problemas. A cidade está sendo assolada por uma série de estranhos assassinatos, e a ascensão de um bizarro culto religioso. No meio disso tudo dois agentes especiais, Sally Pierce e Ted Marshall são enviados para solucionar investigar o caso. 

A história é muito bem pensada e possui reviravoltas muito contundentes com tudo que é desenvolvido. Para leitores mais atentos, em alguns momentos surgem dicas sutis do que realmente está acontecendo, mas que no primeiro momento, o leitor simplesmente ignora. Isso abrilhanta o final, onde tudo se justifica e o quebra cabeça se fecha.

Wolverine: A Longa Noite
Marvel Comics/Wolverine: A Longa Noite/Divulgação

A narrativa transita um pouco entre passado e futuro, sendo eles bem divididos e mostrados para que o leitor não se perca. A HQ não se preocupa muito com amarras cronológicas, sendo nesse aspecto bem tranquilo de se ler, somado a isso temos bons personagens apresentados por Percy, como os agentes e o policial Bobby.

Não chega a ser um clássico do Wolverine, mas cria elementos interessantes que podem sim vim a serem usadas. É interessante observar como a cidade em si começa a criar vida conforme avançam as investigações, e como tudo ocorre de forma não linear. Você como leitor acaba fazendo parte também da investigação, isso porque o quadrinho acompanha muito mais a trajetória dos agentes do que a de Logan, o que para essa história é super positivo.

Um Pouco de Tudo

Chaga a ser impressionante a quantidade de elementos distinto que Benjamin concilia para criar toda a climatização da história. Temos uma grande empresa com negócios duvidosos, um culto religioso bizarro, X-Men, agentes policiais e especiais, um grupo de garotos selvagens que vivem nas florestas e assim vai. É claro que em 120 páginas as vezes é difícil desenvolver tudo na íntegra, entretanto mesmo com tudo isso em cena nada fica a desejar.

É extremamente agradável de se ler, e como um boa estória de investigação a HQ desperta a curiosidade do leitor, e ao final se encerra de forma inteligente.  

Ele conta com leves críticas sociais atuis e relevantes, e felizmente não fica nada forçado. As críticas estão ali, desfruta delas quem o leitor mais atento e empenhado em consumir o além do entretenimento.

Arte

As ilustrações são boas. Ela começa com uma coloração um pouco mais clara, e conforme vamos chegando ao climax vai ficando tudo mais sombrio. Entretanto muito provavelmente se puxasse para um tom um pouco mais noir, com cores mais patéis, meio parecido com a pegada de Michael Lark em Gotham, o material pudesse ser ainda mais imersivo do que já é.  

Wolverine a longa noite
Marvel Comics/Wolverine: A Longa Noite/Divulgação

É um quadrinho visceral em até certo ponto, não se preocupando com violência gráfica. Durante a leitura é possível sentir um certo grau de liberdade editorial tanto de roteiro quanto para ilustração.

Considerações Finais

Wolverine: A Longa Noite traz uma proposta interessante, bem desenvolvida e inteligente de roteiro. Ela conta com todos os bons elementos de uma obra de investigação sabendo misturar muito bem aspectos da vida de Logan, ocultismo, tecnologia e ação, além de contar com críticas sociais pertinentes. 

  Por Geraldo Campos

 

wolverine a longa noite
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Deixe um Comentário

Veja também

Valquíria | Vale a pena ler?

Escrito por Jason Aaron (Guerra Dos Reinos), ‘Valquíria’ é uma história publicada originalmente pela Marvel Comics, e traga ao Brasil pela Panini. A HQ também

Leia mais >
Fechar Menu