Review | No Man’s Sky (Hoje em dia): Ao Infinito… e… é isso!

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

No Man’s Sky não foi lançado no melhor estado, bugado, incompleto e repetitivo, o jogo foi duramente criticado, principalmente pelas mentiras de seu diretor Sean Murray, por exemplo do jogo não possuir multiplayer quando os desenvolvedores falaram que teria. Muitos anos se passaram e o jogo recebeu vários updates, como multiplayer e muitas alterações para a qualidade de vida do jogo, ele apareceu com um desconto na PlayStation Store e decidi jogá-lo com dois amigos, depois de tudo isso, vale a pena jogar No Man’s Sky? Essa é a minha humilde análise, espero que gostem.

Histórias para contar

O jogo começa com você, um desconhecido, acordando em um planeta desconhecido, apenas com sua ferramenta. Para começar, você deve coletar recursos e ajustar seus equipamentos de sobrevivência, dependendo do planeta randômico onde você apareceu, após isso, hora de consertar sua nave com alguns recursos, use a ferramenta de coleta e… bem, colete recursos! Após isso, você poderá sair do planeta e explorar a primeira galáxia, que consistem de um número seleto de planetas, até você conseguir pular para a próxima.

No Man’s Sky tem uma história simples, duas quests principais, uma de chegar ao centro do Universo e outra, de encontrar um viajante, a primeira é mais interessante, enquanto que a segunda poderia ser qualquer outra coisa, serve mais para encontrar planetas, estações e claro, upgrades para seus equipamentos. O jogo possui três raças alienígenas, Korvax, Gek and Vy’keen, você pode encontrar ruínas pelo universo onde realizando certos feitos, aumentará a reputação com cada uma, e claro, aprenderá seus idiomas.

Eu sou um passageiro…

A gameplay de No Man’s Sky é simples, seu loop também é simples, mas é interessante o suficiente para manter o jogador entretido, não é novidade que o foco do jogo é a exploração, cada Planeta é gerado randomicamente, podendo conter fauna, flora e estações totalmente diferentes! Você pousará no planeta e procurará por recursos, catalogará formas de vida e claro, tentará sobreviver e adaptar-se às condições do planeta, seja por frio extremo, radiação, tempestades de fogo e outras infinitas possibilidades.

Lembrando que seus equipamentos e nave precisarão de combustíveis ou consertos, fique atento para esse materiais para sua situação não ficar complicada no meio de uma exploração, isso pode frustrar você, ainda mais dependendo do planeta onde se encontra. E por que não levar amigos para explorar? O jogo permite multiplayer, algo que foi adicionado em uma de suas atualizações, junte-se com amigos e explore a galáxia, realize missões e… é, explore! Há uma anomalia em cada galáxia, que serve como um hub multiplayer, onde você encontra outros jogadores e pode comprar upgrades, cosméticos e muito mais.

Galáxias inexploradas e muito mais

O jogo vale a pena jogar hoje em dia? Claro! Principalmente se tiver amigos, a variedade foi dobrada, mais criaturas, planetas, flora e muito mais para se descobrir. O sistema de criação é sólido e rende algumas horas de diversão, mas como o loop de gameplay resume-se a exploração, isso pode enjoar depois de algumas horas frente ao videogame.

Ainda que um bom jogo, dependendo de sua plataforma, espere uma promoção, como no PlayStation 4 onde adquiri o jogo por 100 reais. Essa foi minha breve análise do estado atual de No Man’s Sky, espero que tenha gostado e como sempre, se cuide, até a próxima!

Por Vitor Fumagalli

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Deixe um Comentário

Veja também

Fechar Menu